segunda-feira, 11 de outubro de 2010

HIPERTENSÃO ARTERIAL (Pressão Alta)

medida da pressão arterial

A Pressão arterial é a pressão dentro dos vasos (artérias). A pressão arterial sistólica (máxima) é dada quando o coração se contrai, e a mínima (PA diastólica) é dada no relaxamento cardíaco. Para que ocorra hipertensão é preciso que haja alteração do volume de sangue ou viscosidade (espessura) do sangue, da frequência cardíaca (batimentos cardíacos por minuto) e da elasticidade dos vasos. A anormalidade mais comum ocorre com o aumento da resistência dos vasos (diminuição da elasticidade).
                A pressão arterial (PA) alta é um importante problema de saúde em todo o mundo devido a sua alta frequência e sua associação com maior risco de problemas cardiovasculares. Um dos grandes problemas da hipertensão arterial (pressão alta) é o fato de não apresentar sintomas até fases avançadas. Um dos erros mais comuns de pessoas que tem hipertensão , é só se preocupar com a medida da pressão quando há sintomas como dor de cabeça, cansaço, dor nos olhos, sensação de peso nas pernas ou palpitações. A hipertensão geralmente não produz sintomas até fases mais avançadas da doença.
Valores usados atualmente para o diagnóstico de hipertensão:
Pressão Normal
Pressões menores ou igual a 120/80 mmHg
Pré-hipertensos
Pressões entre 121/81 - 139/89 mmHg
Hipertensos grau I
Pressões entre 140/90 - 159/99 mmHg
Hipertensos grau II
Pressões maiores ou iguais a 160/100 mmHg



















A medida da pressão arterial varia durante o dia, situações de estresse, o ato de fumar um cigarro, tomar um cafezinho podem elevar transitoriamente à pressão. Para o diagnóstico de hipertensão é necessário medir a pressão arterial diversas vezes e ter pelo menos 3  medidas elevadas, realizadas em dias diferentes, com um intervalo de pelo menos 1 mês entre a primeira e a última medida.
A medida da pressão deve ser feita com o paciente em repouso. O paciente deve ser estar sentado com as costas encostadas na cadeira e o braço apoiado na mesa ou deitado. Deve- evitar fumo, uso de descongestionantes nasais, café, estresse por pelo menos 30 minutos antes da aferição da PA.
O aparelho de pressão (esfingmomanõmetro) pode ser de coluna de mercúrio, aneróide ou eletrônico.


O que é Hipertensão do Jaleco Branco?
Um grande número de pessoas apresenta Pressão Arterial maior de 140 x 90 mmHg quando um profissional de saúde mede sua pressão, porém quando realiza um M.A.P.A. (Monitorização ambulatorial da pressão arterial) ou a aferição em casa, quase todas as medidas são menores que 140 x 90mmHg.
Como é feito o M.A.P.A.
É um exame realizado para verificar a variação da pressão arterial durante 24 horas do dia. O paciente fica com um aparelho de pressão no braço e mede a pressão durante as 24 horas do dia diversas vezes, aferindo a pressão em situações comuns como dormir, comer, trabalhar,.... Pessoas com mais de 40% das medidas elevadas (maior que 140 x 90 mmHg) são consideradas hipertensas.
Aumento isolado da pressão arterial sistólica
A maioria dos pacientes hipertensos maiores de 65 anos apresentam o aumento somente da pressão arterial sistólica, ou seja, PA sistólica maior ou igual a 160 mmHg (16 por ....), com PA diastólica normal, ou seja, menor que 90mmHg. Este tipo de hipertensão arterial aumenta o risco de doenças cardiovasculares e o seu tratamento reduz o risco de morte.
As lesões causadas pelo aumento da pressão arterial são assintomáticas, porém existem exames que podem fazer o diagnóstico destas lesões precocemente.
A hipertensão está associada a diversas doenças graves como:
- Insuficiência cardíaca
- Infarto do miocárdio
- Arritmias cardíacas
- Morte súbita
- Aneurismas
- Perda da visão
- Insuficiência renal crônica
- AVC isquêmico e hemorrágico
- Demência
- Arteriosclerose
A hipertensão arterial raramente tem cura e o objetivo do tratamento é evitar que órgãos importantes como coração, olhos, cérebro e rins sofram lesões que causem as doenças descritas acima. Estes são os chamados órgãos alvos.



CAUSAS DE PRESSÃO ALTA
Na maioria dos casos (95%) não se sabe a causa da pressão alta, sendo então chamada de hipertensão primária.
Quando se conhece a causa, esta é chamada de hipertensão secundária. Entre as causas deste tipo de hipertensão temos:
- Doença renal
- Estenose da artéria renal
- Etilismo crônico
- Coarctação da aorta
- Síndrome de Cushing
- Feocromocitoma
- Hiperaldosteronismo primário
- Hipotireoidismo
- Hipertireoidismo

2 comentários:

  1. oi meu nome é carlos, sempre que vou ao medico que medem minha pressão éla comessa com 15 quanto mais mede mais ela aumenta chega até 22 x 15 e eu não sinto nada,fas 20 anos que não sinto frio só calor , tenho um historico de infancia, o que podem me dizer sobre isso ( obrigado, ah.osasco@uol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Carlos, você já mediu a sua pressão em ambiente não hospitalar. Faça esta tentativa, pois pode ser que isso não ocorra. Leia Hipertensão do jaleco branco e consulte um médico para exames mais detalhados.

    ResponderExcluir